NF-E – Saiba mais sobre a obrigatoriedade do código de barras

NF-E – Saiba mais sobre a obrigatoriedade do código de barras

17 de dezembro de 2018 0 Por AMWSys ERP

Desde 2011, o código de barras passou a ser um item obrigatório nas notas fiscais emitidas não apenas em transações que envolvem a venda de produtos, mas também àquelas ligadas à sua produção, como remessa, recebimento e saída de mercadorias. O não cumprimento dessa exigência acarreta em problemas com o Fisco, multas e penalidades para a empresa.

A geração dos números que integram o código de barras é determinada pela GS1 Brasil e conhecido pela sigla GTIN, acrônimo para o termo em inglês Global Trade Item Number, ou, em português, Número Global do Item Comercial, composto por uma sequência numérica de 8, 12, 14 ou 13 dígitos – sendo este último o mais comum.

Importância do código de barras para empresas

Além de cumprir uma exigência legal, a presença do código de barras na nota fiscal eletrônica traz diversos benefícios para as empresas tanto em sua organização interna como na distribuição externa de sua produção. Assim, as principais vantagens obtidas com a inserção do código de barras são:

  • Produtividade: A sequência numérica e a sua representação gráfica (o código formado por espaços brancos e pretos) singularizam os produtos e ajudam a identificá-los com rapidez, especialmente durante seu armazenamento, recepção e saída, facilitando também o registro de sua movimentação nos sistemas de controle e gestão;
  • Marketing: Cada vez mais sites voltados à comercialização de produtos, como Google Shopping, Amazon e Ebay, estão tornando obrigatória a presença do código de barras, por isso, é um elemento necessário para viabilizar a venda por meio desses canais. Ademais, o código facilita a localização dos produtos pelos sites de busca;
  • Rastreabilidade: Com o código de barras, é mais fácil rastrear os produtos em quaisquer etapas de sua produção e comercialização. Assim, ao inseri-lo no sistema, é mais simples identificar a quais processos ele foi submetido e qual sua posição atual. Por exemplo, se está no estoque, foi vendido, enviado para o cliente, descartado, etc.

Como é gerado o código de barras na NF-E

Os códigos numéricos e sua representação gráfica são gerados de forma automática por meio de sistemas de gestão utilizados na empresa. Por isso, é interessante que sejam integrados a outros sistemas, como os de controle de produção, a fim de evitar erros e fraudes.

A AMWSys é expert na criação e implementação de softwares voltados à organização da produção, emissão de notas fiscais e controle financeiro, e, por isso, é a parceira ideal para adequar empresas, comércios ou indústrias aos parâmetros exigidos por lei, além de modernizar sua atuação e gestão interna.